payday loans

Veja se você está “sabotando” seu casamento – Parte 1

Nestes dias, li um artigo do Wedding Channel, intitulado 20 Ways You’re Sabotaging Your Wedding (em português, algo como “20 maneiras de você estar sabotando seu casamento”).

Canso de ver depoimentos de noivas cometendo vários dos erros citados no texto, por isso achei interessante traduzí-lo e adaptá-lo (“linkando” a outros posts que eu escrevi, de modo a ajudá-la a não sabotar o seu Grande Dia ( 😉 ).

Como o texto ficou muito grande, a segunda metade será em outro post, ok?

1. Você não respeita seu orçamento

É simples: Você tem um orçamento por uma razão. Priorizar cedo o que você quer gastar à vontade e economizar. Você se preocupa mais com suas flores ou mais com a música? Ter uma ideia de quão alto você está disposta a ir em cada uma das categorias principais também ajuda a diminuir os seus fornecedores e negociar exatamente o que você está querendo.

NOTA DO FABIO: Na organização de um casamento, todo detalhe é importante, mas, para mim, o item que mexe em tudo dentro de um planejamento é o número de convidados. Falo mais sobre isso em Casamento íntimo ou pequeno: A desculpa que virou solução.

2. Você contrata um amigo ou membro da família como seu fotógrafo

Entendemos que sua tia ou o namorado da sua madrinha podem ser ótimos com uma câmera, mas, em seu casamento, eles devem ser convidados. Contratar um profissional garante que todos os seus convidados realmente se divertirão e significa que você não vai se estressar se notar a sua tia no bar ou na pista de dança, quando você pensava que ela estaria tirando fotos.

NOTA DO FABIO: Acho que essa nem é a questão mais importante. Por melhor que a pessoa fotografe, ela jamais igualará o trabalho de um profissional e, acreditem, só trará dor de cabeça mais tarde.

Incluo ainda nesse item, aceitar serviço de fotografia como presente, sem vocês conhecerem o trabalho do profissional. Normalmente, trata-se de um verdadeiro “presente de grego”.

3. Você planeja o seu próprio chá de panela ou festa de despedida

Deixe a sua madrinha, mãe, tia, amiga próxima ou qualquer outra pessoa planejar esses eventos para você. Nós compreendemos totalmente que você esteja querendo uma despedida do seu jeito e é legal dar orientações específicas. O que você não deve fazer é reservar os quartos de hotel e escrever um roteiro detalhado. Deixe suas amigas se divertirem organizando tudo. Você terá mais tempo para se concentrar no planejamento do evento principal.

NOTA DO FABIO: Para incrementar seu chá de panela, considere ler os posts Dicas: Brincadeiras de Chá de panela (ou chá de cozinha) e Dicas: Lista de presentes para chá de panela (ou chá de cozinha).

4. Você convida alguém para ser sua madrinha por obrigação

Apesar do que alguns podem dizer, você não tem obrigação de pedir a alguém para ser sua madrinha só porque você foi em seu casamento há oito anos atrás. Separe um tempo para definir sua lista de madrinhas e escolha somente pessoas importantes na sua vida. Você vai curtir muito mais.

5. Você decide fazer seu próprio cabelo, maquiagem ou flores

Embora você possa ser capaz de fazer suas próprias lembrancinhas ou imprimir seus próprios menus, existem certos aspectos do casamento que você deve deixar para os profissionais. Maquiagem, cabelo e flores normalmente estão topo da nossa lista. Ter seu cabelo e maquiagem feitos por alguém que entenda do assunto, garantirá que você fique maravilhosa do início ao fim. E, confie em nós, simplesmente não há tempo para fazer você mesma todos os arranjos de mesa, a decoração do corredor, buquê e boutonnieres.

NOTA DO FABIO: Além de não haver tempo suficiente, não faz o menor sentido você trabalhar no dia do seu casamento. Não tem ideia do penteado que usará no Grande Dia? Os posts Coque em alta – Penteados para noivas e madrinhas de casamento e Baú de ideias: 50 penteados semi presos para noivas, com certeza ajudarão.

6. Você não tem um “Plano B” para um casamento ao ar livre

Pergunte sobre planos em caso chuva, quando você estiver checando locais em potencial, mesmo antes de você reservá-lo. Dessa forma, você está garantindo tranquilidade para seu dia, independentemente do tempo. E considere outras condições de tempo: para regiões frias, obter lâmpadas de calor se você estiver planejando um casamento no início do outono, e oferecer leques (veja o post Lembrancinhas: Nos dias de calor, que tal leques?), no caso de um casamento pela manhã ou à tarde, em regiões muito quentes.

7. Você se comporta como uma “Bridezilla” ou uma noiva neurótica

Trata-se de um dos pecados capitais do planejamento do casamento. Ser uma noiva não lhe dá carta branca para agir como quiser pelo próximo ano e meio. Lembre-se: Embora você seja a “atriz principal”, os “coadjuvantes” são os que garantirão que as coisas funcionem sem problemas.

8. Você ainda não pensou muito sobre a cerimônia

Se você pensa em personalizar sua cerimônia, não se esqueça de planejá-la nos mínimos detalhes: decoração da forma exata que deseja, o cortejo, as músicas que você quer que toquem antes, durante e depois do seu “Eu aceito”. A parte da igreja não é tão simples quanto parece.

9. Você não escreveu seus votos ou o discurso

Mesmo que você tenha praticado na frente de um espelho um milhão de vezes, nós sugerimos que você leve um pequeno pedaço de papel com seus votos ou o discurso no Grande Dia. Você não sabe como vai se sentir até o momento que você esteja lá no altar, e você não quer ter “um branco” durante um momento tão sincero. Basta pensar nisso como se fosse sua rede de segurança.

NOTA DO FABIO: Fazer votos personalizados não é um costume no Brasil, mas caso você esteja pensando na ideia, pode conferir um post que fiz a respeito – Dicas: Votos de casamento (Wedding vows).

10. Você só vai provar seus sapatos no dia do casamento

Nós sabemos que você quer manter seus “Louboutins” em bom estado, mas tente usá-los, pelo menos, dentro de sua casa por algumas horas, alguns dias antes do casamento, para evitar bolhas dolorosas ou pés comprimidos. Mesmo se você estiver planejando trocar de sapato após a cerimônia, tenha a certeza de que você pode caminhar confortavelmente e com confiança por toda a igreja.

NOTA DO FABIO: Falei exatamente sobre isso em Não esqueça! De amaciar seus sapatos para o casamento…

Fonte: Wedding Channel

Aguardem a segunda parte deste artigo em um próximo post

———————————————————————————————————————–

Se gostou deste post e quer estar sempre por dentro das novidades do mundo dos casamentos, considere assinar o RSS Feed Completo do blog! Ou então subscreva o BLOG DE CASAMENTO e receba as atualizações por e-mail! Se preferirem algo mais dinâmico, siga meu perfil no Twitter, assim como a Fan Page do blog no Facebook. Todos os contatos estão na barra de ferramentas abaixo.

E colaborem com este autor que lhes escreve a montar um plano de publicidade (media kit) com o objetivo de captar anunciantes para custear a hospedagem e a manutenção do blog, bem como aplicar melhorias e adquirir mais prêmios para sorteios. Basta preencherem a pesquisa de Perfil do leitor do Blog de Casamento.

Ninguém é obrigado(a) a participar, mas, se puderem, me ajudarão muito. E não precisam se preocupar, pois as informações submetidas são 100% confidenciais e nem mesmo eu saberei de quem foram as respostas. Serão todas(os) colaboradoras(es) anônimas(os). 😉

———————————————————————————————————————–

Outros posts que você não pode deixar de ler:

About Fabio Trigo

Nascido na cidade do Rio de Janeiro, Fabio de Macedo Trigo cresceu em Niterói, onde mora desde os dois anos de idade. Sua história com casamentos é simples e ao acaso, sem grandes enredos ou revelações fantasiosas.


Uma resposta para “Veja se você está “sabotando” seu casamento – Parte 1”

  1. Ótimo post! já vi muito disso acontecer por ai! minha noiva por exemplo se enquadrou totalmente no íten 1! rs..

    A dica número 6 tb é muito válida, pois está muito na moda as pessoas quererem casar em ambientes externos e esquecem desses detalhes.

Deixe uma Resposta

Gostou do artigo e quer comentar? Então, LEIA ANTES ALGUMAS REGRAS!

Os comentários deste blog são moderados. Só serão publicados os que estiverem de acordo com a boa educação e respeitem os seguintes itens:

- Respeito é FUNDAMENTAL: pense nos outros comentaristas, no site e no autor;
- Seu comentário precisa estar relacionado com o assunto do post, a não ser que esteja replicando outro comentário;
- Leia os comentários anteriores para ter certeza de que sua dúvida já não foi respondida;
- Para mostrar que gostou do artigo, ao invés de comentar apenas "Gostei", "Legal", etc. divulgue o artigo na sua rede social favorita;
- Não use palavras de baixo calão;
- Não escreva em caixa alta;
- Não comente como anônima (o);
- O uso do bom humor é sempre bem vindo;
- Não use o comentário como uma forma de publicidade (Spam).

Obrigado, desde já, pela compreensão.